Como Ganhar Dinheiro na Internet em 9 Maneiras

Como Ganhar Dinheiro na Internet em 9 Maneiras

Já faz tempo que a internet se tornou um local com potencial para grandes negócios. Muitas pessoas que aprenderam como ganhar dinheiro através dela, hoje conseguem obter uma renda extra. Já outras, sustentam suas famílias exclusivamente através de seus negócios digitais.

Como Ganhar Dinheiro na Internet em 9 Maneiras

Com o avanço da informática, o leque de carreiras em que é possível se trabalhar pela internet só aumenta. Por conta disso, novas profissões baseadas em serviços virtuais surgem constantemente. Ideias empreendedoras são criadas a todo momento, mostrando que o universo de possibilidades é praticamente ilimitado. Só depende da imaginação e criatividade de cada um inventar algo novo e original.

Entretanto, cada segmento tem a sua particularidade, alguma dificuldade a ser superada, assim como em qualquer negócio físico. Independente da forma escolhida para ganhar dinheiro online, é preciso muito estudo, preparo e dedicação para vencer os obstáculos.

Pensando nisso, relacionei aqui como ganhar dinheiro na internet em 9 maneiras, fazendo uma breve descrição de cada uma delas:

  1. Blog
  2. Infoprodutor
  3. Programa de afiliados
  4. E-commerce
  5. Gestor de mídias sociais
  6. Franquias digitais
  7. Freelancer
  8. Vlogger
  9. Coaching

Algum desses modelos despertou seu interesse? Quem sabe em breve você não esteja dando o primeiro passo para criar o seu próprio negócio online!

Seus amigos também podem se interessar por este conteúdo! Compartilhe com eles no Facebook, Google+ e Twitter!

1) Blog

Ter um blog não passa de um hobby para algumas pessoas. Já para outras, é a única maneira que utilizam para ganhar a vida. Devido as mudanças no comportamento do público, algumas técnicas amplamente usadas perderam a eficácia ao longo dos anos. Isso nos obriga a inovar constantemente, através da criação de estratégias mais modernas e eficientes.

Na minha opinião, existem duas maneiras principais de se rentabilizar um blog: através de anúncios e vendas.

Métodos de monetização como artigos patrocinados e Google Adsense já estão defasados, não produzindo mais tantos resultados. Esse tipo de artigo em demasia pode ferir a credibilidade e confiança que conquistou do público. Já os anúncios, além de poluírem a página desviando a atenção do leitor, demandam muito tráfego para gerarem renda significativa.

Ao invés de encher o blog com anúncios e artigos patrocinados, prefira sugerir produtos para o público através de artigos com conteúdo interessante. Você poderá recomendar seus próprios produtos, visando assim maiores ganhos. Porém, para aqueles que não querem criar um produto, aderir a um programa de afiliados é uma ótima alternativa.

2) Infoprodutor

Infoprodutor é alguém que utiliza meios como cursos online, e-books, vídeo-aulas entre outros, para transmitir seus conhecimentos em determinada área. Este mercado vem crescendo muito nos últimos tempos, principalmente pela variedade de programas que existem atualmente, como Hotmart e Monetizze.

Mas não basta apenas ter o conhecimento. Ele precisa atender as necessidades e anseios das pessoas, além de ser passado de maneira fácil e didática. Estratégias de vendas e divulgação também são detalhes importantes a se considerar.

Todos esses elementos determinam o sucesso do infoprodutor. Não encare como uma limitação o fato de ter conhecimento sobre um assunto mas não saber como passá-lo adiante. Procure por parceiros que possam te ajudar na criação de um curso online ou e-book. O mesmo raciocínio se aplica para aqueles que não têm o que ensinar mas sabem como montar um bom curso.

3) Programa de afiliados

Para aqueles sem disposição ou interesse em criar seu produto, o programa de afiliados é uma ótima alternativa de trabalho. Programas já mencionados como Hotmart e Monetizze, são focados em infoprodutos digitais. Já o Lomadee, atua especificamente com produtos físicos. Grandes sites de e-commerce como Americanas e Submarino, também já possuem seus próprios programas de afiliados.

Mas devido a sua popularização, muitos trabalham de forma errada, passando a falsa impressão que essa atividade não é rentável. Antes de aderir a qualquer programa, é preciso aprender a maneira correta de se trabalhar como afiliado. Além disso, embora seja possível conseguir ótimos resultados, entenda que eles não serão imediatos.

4) E-commerce

Cresce cada vez mais o número de pessoas que navegam na internet. Considerando ainda os inúmeros meios que existem hoje para acessá-la, é essencial explorar o e-commerce como canal de vendas. Inclusive, nunca foi tão fácil montar um.

Sites como Shopify e Webnode, proporcionam montar uma loja virtual funcional em minutos. Por conta dessa facilidade, a concorrência neste mercado é grande, sendo imprescindível apresentar diferenciais que destaquem sua loja das demais.

Logo, é fundamental cumprir prazos de entrega, prestar um serviço de atendimento ao consumidor eficiente e ofertar produtos de qualidade. Isso fará com que clientes passageiros se tornem clientes regulares.

[mautic type=”form” id=”1″]

5) Gestor de mídias sociais

Profissão relativamente nova no mercado, o gestor de mídias sociais cuida da imagem de uma pessoa ou empresa na internet. Existem várias formas de exercê-la, como através da criação de conteúdo ou relacionamento com clientes. Você também pode fazer o monitoramento das redes sociais, utilizando ferramentas como AgoraPulse.

A formação dos profissionais que atuam nesse ramo não está limitada apenas a áreas como marketing, jornalismo e relações públicas. Muitos veterinários, arquitetos, biólogos e outros profissionais de diversas áreas trocaram seus empregos para atuar nas mídias sociais.

Apesar do panorama positivo da internet, muitas empresas ainda focam seus recursos apenas nas mídias tradicionais, como rádio e jornal. Dentre aquelas dispostas a investir em canais digitais, apenas uma pequena parcela do seu orçamento publicitário destina-se a esses meios. Demonstre claramente para o cliente, qual será o custo das campanhas e os resultados que se espera atingir com elas. Isso facilitará o entendimento deles em relação ao retorno sobre seus investimentos, viabilizando assim a contratação do seu serviço.

6) Franquias digitais

As franquias digitais funcionam como as franquias físicas, respeitando as mesmas regras e cobranças de taxas, como royalties e divulgação. A diferença é que no modelo digital o custo é bem menor, pois não existe ponto comercial. A necessidade de contratação de funcionários é muito pequena ou até mesmo nula.

Embora seja um modelo simples, é recomendado que o franqueado tenha algum conhecimento do ramo em que irá atuar. Ter noções básicas de marketing digital também o ajudará muito a promover e desenvolver seu negócio. Estar atento aos detalhes e condições contratuais também é muito importante, para que assim não haja surpresas no futuro.

Por isso, é aconselhável buscar informações com outros franqueados, a respeito das estratégias, dificuldades e particularidades do negócio. Algumas opções de franquias disponíveis são: Liguesite, Guia-se, Zupy! e Elefante Verde.

7) Freelancer

Muitos profissionais encontraram uma forma de trabalhar em casa prestando seus serviços como freelancer. Geralmente, são pessoas que possuem conhecimento em segmentos relacionados a informática. Elas atuam em áreas como web design, criação de imagens, edição de vídeos, redação de artigos entre muitas outras. Algumas até mesmo dão aulas de idiomas através de aplicativos como Skype.

Conseguir uma boa clientela que garanta sua renda no final do mês pode ser um desafio. Pensando nisso, muitos sites como Freelancer, Workana e 99Freelas, oferecem uma plataforma para que freelancers encontrem clientes e vice-versa. Apesar de cobrar do profissional uma porcentagem sobre o valor do serviço, é uma excelente maneira de divulgar o trabalho.

8) Vlogger

Ao invés de divulgar conteúdo através da criação de blogs, o vlogger utiliza vídeos para expressar suas ideias. Muitos criticam e questionam até que ponto pode ser considerada uma profissão. Entretanto, é inegável o potencial que essa atividade tem de gerar renda, tanto com anúncios como promovendo produtos e serviços. Existem várias plataformas que possibilitam a monetização de vídeos postados, como Youtube e Vimeo. Ainda assim, as mudanças nos algoritmos e políticas desses sites influenciam consideravelmente sua rentabilidade.

Por exemplo, no início de 2017, houve o boicote de grandes anunciantes do Youtube como McDonald’s, Audi, PepsiCo entre outros. Isso foi decorrência da matéria publicada pelo The Wall Street Journal, alegando que anúncios foram exibidos em vídeos ofensivos. Tal atitude causou grande preocupação na comunidade de youtubers, principalmente naqueles que dependem exclusivamente da plataforma como fonte de renda. Por conta da saída de vários anunciantes importantes, houve uma drástica redução nos ganhos provenientes de seus vídeos.

É preciso estar atento ao conteúdo dos vídeos e as regras das plataformas, garantindo que ambos estejam em conformidade. Desse modo, é provável que a sua remuneração esteja sempre de acordo com a esperada.

9) Coaching

Coaching é um processo que visa implementar mudanças na vida do indivíduo, o possibilitando atingir seu potencial máximo com objetividade. E assim como em diversos outros segmentos, tem sido cada vez mais praticado pela internet. Isso se deve ao fato de que, por não precisarem se encontrar pessoalmente, proporciona aos envolvidos maior liberdade geográfica.

A velocidade como tem crescido também pode ser vista como um ponto negativo. Isso é um reflexo de que alguns coaches iniciam suas carreiras sem uma formação adequada, prejudicando assim seus clientes. Uma educação e experiência apropriadas são fundamentais para a correta aplicação das metodologias na solução dos problemas alheios.

Concluindo…

Apresentei aqui, algumas das principais maneiras de como ganhar dinheiro online que existem no momento. Perceba que nenhuma delas promete grandes recompensas com pouco esforço. Infelizmente esse tipo de negócio não existe, apesar que muitos tentam vender essa ideia.

Seja você alguém que pretende criar um blog sobre determinado assunto, esperando assim resolver os problemas dos outros. Ou talvez um profissional que queira prestar seus serviços sem sair de casa. Quem sabe você tenha uma ideia que possa transformar num curso online ou e-book. Aderir a um programa de afiliados ou se tornar um infoprodutor, também podem ser opções viáveis para você.

Independente do método, esteja certo de que com determinação é possível atingir seu objetivo de trabalhar em casa. Espero ter aberto seus olhos para o universo de oportunidades de negócio que a internet oferece. Quero que este artigo seja apenas o começo para você. Continue aprendendo cada vez mais sobre este assunto aqui no Fluxo Empreendedor.

Não esqueça de comentar a respeito, tirar alguma dúvida, fazer uma crítica ou sugestão. Também pode indicar algum assunto que queira saber mais. Farei o possível para responder a todos da melhor maneira!